25 de nov de 2010

Um louco amor

Quando à conheci tinha 16 anos. Nós fomos apresentados em uma festa, por uma pessoa que se dizia ser meu amigo. 

Foi amor a primeira vista. Ela me enlouquecia. Nosso amor chegou a um ponto que eu não conseguia viver sem ela. Mas era um amor proibido. Meus pais não a aceitavam. 

Fui repreendido na escola e passamos e nos encontrar às escondidas. Mas eu não agüentava mais, estava louco. Eu a queria, mas não a tinha. Eu não podia permitir que me separassem dela. 

Eu a amava. Por ela, bati o carro quebrei tudo dentro de casa e quase matei minha irmã. Estava louco, precisava dela. Hoje tenho 39 anos; eu estou internado em um hospital, eu sou inútil e vou morrer abandonado por meus pais, meus amigos e....por ela. 
Querem saber seu nome? 
Cocaína A ela eu devo meu amor, minha vida, minha destruição e minha morte. 

Freddie Mercury


Este texto foi escrito por ele pouco antes de sua morte por AIDS em 1991 
Farokh Bulsara nasceu em 5 de Setembro de 1946, na ilha de Zanzibar.
Faleceu em 24 de Novembro de 1991 em sua casa, Londres.
Original em espanhol traduzido pelo Geraldo Rosa

4 comentários:

Anônimo disse...

Este texto foi escrito por ele antes de sua morte por AIDS em 1991

Ainda bem!

Leonardo disse...

Não entendi a ironia e a piada.

Quem escreveu? Ele

Quando? pouco antes de sua morte. Não foi quando viajou para Paris nem Rio, foi pouco antes de sua morte.

Poderia ter sido escrito por outra pessoa depois que ele tivesse morrido.

Perdi a piada. Sinceramente não entendi.

Anônimo disse...

Não sei porque as pessoas atribuem esse texto à autoria de Freddie Mercury, pois ele faleceu em virtude da doença da AIDS, adquirida pela DST, e não por drogas... e em vários momentos ele já expôs a sua Não necessidade de utilizar drogas no mundo do rock.

Anônimo disse...

Não faz muito sentido esse texto, como ele escreveu pouco antes de sua morte? se ele morreu com 45 anos????

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...