21 de fev de 2013

Antipatias e Simpatias


Todos temos antipatias e simpatias. O que não podemos permitir é que nossas antipatias e simpatias interfiram em nosso trabalho ou em nossos negócios de forma a prejudicá-los. Conheço pessoas que deixam suas antipatias e simpatias conduzirem suas vidas profissionais e, obviamente, perdem enormes chances de vencer na empresa e realizar excelentes negócios. 

Temos de ter em mente que todos temos o direito e, muitas vezes, o dever de trabalhar com pessoas por quem não temos muita simpatia e que não nutrem simpatia por nós. Uma antipatia entre gerentes pode prejudicar a qualidade de produtos e serviços de uma empresa inteira. Uma antipatia entre diretores pode fazer com que a empresa perca fornecedores essenciais. Uma antipatia entre secretárias pode fazer com que informações vitais não cheguem às pessoas certas, na hora certa, da forma certa.

Da mesma forma, uma descontrolada simpatia pessoal pode fazer com que se favoreçam pessoas, departamentos e empresas de forma pouco crítica. Muitas pessoas querem ajudar amigos usando a empresa como meio, sem levar em conta a competência desse amigo ou mesmo as condições em que esse favorecimento é feito.

Assim, é preciso que cada pessoa analise bem suas antipatias e simpatias. É preciso que todos façamos um exame de consciência para perceber se não estamos perdendo o necessário equilíbrio, deixando que essas emoções nos prejudiquem e nos façam cometer injustiças.

Antipatias e simpatias existem e sempre existirão. Sempre teremos mais prazer em trabalhar e negociar com pessoas que nos são simpáticas. Mas temos que reconhecer a diversidade da espécie humana e compreender que não é possível agradar a todos, ser simpático a todas as pessoas. Da mesma forma como nutrimos antipatias e simpatias por outras pessoas é preciso compreender que as outras pessoas também nos acharão simpáticos ou antipáticos e isso não deve ser fator impeditivo para nosso sucesso profissional. Num time de futebol ou de qualquer outro esporte coletivo, com certeza há simpatias e antipatias entre jogadores. Mas isso não pode impedir que a bola seja passada àquele que estiver melhor colocado para marcar o tento da vitória.

Nesta semana, veja se você não está permitindo que suas antipatias ou simpatias assumam o controle de sua vida profissional.
Pense nisso. 
Sucesso!
Luiz Marins

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...