22 de fev de 2013

Escolhas

Bruce McLean
Nossas escolhas não podem ser apenas intuitivas, elas têm que refletir o que a gente é. 
Lógico que se deve reavaliar decisões e trocar de caminho: ninguém é o mesmo para sempre.
Mas que essas mudanças de rota venham para acrescentar, e não para anular a vivência do caminho anteriormente percorrido.
A estrada é longa e o tempo é curto.
Martha Medeiros

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...