28 de nov de 2008

Amigo da Onça

O famoso personagem foi criado pelo cartunista pernambucano Péricles de Andrade Maranhão, em 1943, e publicado de 23 de outubro de 1943 a 3 de fevereiro de 1962.
Os diretores da revista O Cruzeiro queriam criar um personagem fixo e já tinham até o nome, adaptado de uma famosa anedota.
Segue a anedota:

Dois caçadores conversam em seu acampamento: - O que você faria se estivesse agora na selva e uma onça aparecesse na sua frente? - Ora, dava um tiro nela. - Mas, e se você não tivesse nenhuma arma de fogo? - Bom, então eu a matava com meu facão. - E se você estivesse sem o facão? - Apanhava um pedaço de pau. - E se não tivesse nenhum pedaço de pau? - Subiria na árvore mais próxima! E se não tivesse nenhuma árvore? Sairia correndo. E se você estivesse paralisado pelo medo? Então, o outro, já irritado, retruca: Mas, afinal, você é meu amigo ou amigo da onça? Péricles morreu de forma trágica. Na noite de 31 de dezembro de 1961, ele escreveu 2 bilhetes reclamando da solidão, fechou todas as portas do seu apartamento e ligou o gás. Antes, o último gesto do criador do Amigo da Onça foi colocar um aviso na porta, escrito à mão: “Não risquem fósforos”.
Recebi da Lucilene. Muito a admiro apesar de nossas divergências políticas.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...