30 de set de 2008

Farsantes


Em todos os grandes farsantes há um fenômeno digno de nota, ao qual eles devem o seu poder.

No próprio ato do embuste, entre todos os preparativos, com o horripilante na voz, na expressão, nos gestos, no meio da eficiente encenação, acomete-os a crença em si próprios: é esta que, tão milagrosa e fascinante, fala então aos circunstantes.

Os fundadores das religiões distinguem-se desses grandes embusteiros por não sairem deste estado de auto-ilusão: ou, muito raramente, lá têm aqueles momentos mais lúcidos, em que a dúvida os subjuga; mas, habitualmente, consolam-se, atribuindo esses momentos mais lúcidos ao maligno Satanás.

O engano de si próprio tem de estar presente, para que estes como aqueles façam um efeito grandioso. Pois as pessoas acreditam na verdade daquilo que, visivelmente, é crido com veemência.
Friedrich Nietzsche
Picture by Valentim Popov

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...