29 de out de 2008

O uso da inteligência emocional

A formação acadêmica e técnica já não são mais fatores preponderantes na avaliação de profissionais. Muitos já possuem graduação, pós-graduação e MBA antes mesmo dos 30 anos. O que diferencia um indivíduo é a capacidade de entender o contexto e tomar atitudes baseadas no ambiente. Para isso, um fator fundamental é a utilização de sua inteligência emocional. “Um indivíduo emocionalmente inteligente consegue mobilizar suas emoções estrategicamente para alcançar suas metas. Ele consegue reconhecer, aceitar, escolher e gerenciar o que sente durante as mais diversas situações”, explica Carlos Cruz, o especialista em treinamento de executivos e equipes.“Quem nunca teve vontade de mandar tudo para o ar? Acredito que a maioria de nós. O importante é saber que isso pode nos aliviar na hora, mas será que não trará problemas depois?”, indaga Cruz. Segundo o especialista, em momentos de tensão, de desafios e de crises, as emoções são colocadas à prova e solicitadas para contribuírem com ações racionais que levem a busca de oportunidades e gere desenvolvimento. A situação atual, de instabilidade financeira no mundo, é um dos típicos exemplos que exige muito controle emocional. O investimento na melhora do clima organizacional, talvez, seja uma das saídas para aumentar a satisfação dos funcionários. Contribuindo, assim, para um maior equilíbrio emocional. Depois disso, basta mensurar os resultados e avaliar se valeu à pena investir nas pessoas.
HSM Management

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...