8 de ago de 2010

Os nomes

Quisera agora repartir com você todos os trabalhos e os dias. Sei e como dói Só saber nesta hora os nomes que me confundiam quando a cabeça estava mergulhada nos livros. O alicate O torquês A chave-de-fenda A lima A máquina de esticar arame farpado Quisera retirar do paiol Todas as ferramentas. O alfanje A enxada A foice A cavadeira O enxadão O serrote O cepilho Quisera ser de novo o filho que engraxaria seus sapatos e os deixaria na escada do alpendre sob o sol da manhã. Depois de escovados, estariam luminosos para a missa de domingo. Donizete Galvão

Homenagem aos pais

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...