24 de mai de 2011

Vida efêmera

Insignificantes mortais que como as folhas desabrocham e aquecem de vida, e se alimentam dos que o chão lhes dá, para logo murcharem a de seguida morrerem.
Homero

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...