26 de abr de 2012

O tempo

"Respondo que ele aprisiona
Eu liberto
Que ele adormece as paixões
Eu desperto

E o tempo se rói
Com inveja de mim
Me vigia querendo aprender
Como eu morro de amor
Pra tentar reviver"

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...