21 de mai de 2009

Questão de foco

O sujeito vai ao psiquiatra - Doutor - diz ele - estou com um problema: - Toda vez que estou na cama, acho que tem alguém embaixo. - Aí eu vou embaixo da cama e acho que tem alguém em cima. - Pra baixo, pra cima, pra baixo, pra cima. Estou ficando maluco! - Deixe-me tratar de você durante dois anos, diz o psiquiatra. - Venha três vezes por semana, e eu curo este problema. - E quanto o senhor cobra? - pergunta o paciente. - R$ 120,00 por sessão - responde o psiquiatra. - Bem, eu vou pensar - conclui o sujeito. Passados seis meses, eles se encontram na rua. - Por que você não me procurou mais? Pergunta o psiquiatra. - A 120 paus a consulta, três vezes por semana, durante dois anos, ia ficar caro demais, ai um sujeito num bar me curou por 10 reais. - Ah é? Como? Pergunta o psiquiatra. O sujeito responde: - Por R$ 10,00 ele cortou os pés da cama... Muitas vezes o problema é sério, mas a solução pode ser muito simples! Há uma grande diferença entre foco no problema e foco na solução. Pense nisso!!!

Um comentário:

kryka disse...

Gostei!!!
É o que estou precisando, focar na solução dos meus dilemas.
Nessa hora, nem Freud, nem Jung, nem Lacan só a boa dose de foco num objetivo real.
Mas dói, como toda transição, tem doído muito.
Abraços,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...