21 de jun de 2009

Aristóteles Sokratis Onassis


Aristóteles Sokratis Onassis foi o mais poderoso empresário do setor de marinha mercante na Grécia. Além disso, sua vida particular o tornou uma das pessoas mais famosas do mundo. 


E tudo começou do nada. Ele nasceu na cidade turca de Esmirna, que, em 1906, tinha uma grande colônia grega. Em 1922, após uma tentativa frustrada de invadir Istambul, o governo grego perdeu o controle que estabelecera em Esmirna em 1919 e aceitou uma troca de civis. 


Cerca de 400 mil turcos que habitavam na Grécia voltaram para sua terra de origem, enquanto que um milhão de helenos chegaram à Grécia como refugiados. A família de Onassis estava nesse grupo. 


Em 1927, com apenas US$ 250 partiu em direção à Argentina, onde tentaria uma nova vida. Em Buenos Aires, falsificou sua identidade para “envelhecer” seis anos e ter condições legais de trabalhar. Tornou-se telefonista e, nas horas vagas, estudava por conta própria o mercado financeiro. 


Com os poucos lucros obtidos pela especulação, pôde comprar roupas sofisticadas e passou a freqüentar a alta sociedade portenha. 


Aos poucos, os ganhos de Onassis se tornaram mais significativos e, com a ajuda de seu pai que permanecera na Grécia, se aventurou na importação de tabaco turco. 


Seu contato com a terra natal aumentou e ele decidiu voltar, mas manteve-se na exportação de tabaco. Para ampliar sua capacidade de transporte de tabaco, comprou dois navios no Canadá. 


Após um problema burocrático no porto de Roterdã, Onassis trocou a bandeira de seus barcos, agora com registro do Panamá. Com isso, trâmites como número de tripulantes, impostos e tipo de carga passaram a ser resolvidos com mais rapidez, barateando seus processos. Criativo, conseguia empréstimos bancários com constância, aumentando o tamanho de sua frota. 


Em 1946, se casou com Athina Livranos, filha de outro empresário grego do setor de marinha mercante. Mudou-se para os Estados Unidos, onde ganhou espaço no mercado de petroleiros e baleeiros. Em 1956, vendeu sua frota baleeira para o japoneses e, com o lucro, fundou a companhia aérea Olympic Airways. 


Após diversas negociações com o governo grego, a empresa obteve privilégios para se tornar a linha aérea nacional da Grécia, mesmo sendo de propriedade privada.


Em 1959, Onassis iniciou um longo romance com a soprano grega Maria Callas. No ano seguinte, se divorcia de Athina. 


A artista chegou a encerrar sua carreira temporariamente para acompanhar o empresário.

Até que o grego anunciou seu casamento com Jacqueline Kennedy, viúva do ex-presidente norte-americano John Kennedy, em 1968. 


Em depressão, Callas praticamente encerrou sua carreira naquele momento. A Olympic sobrevivia com dificuldades, mas a família Onassis quis mantê-la. Com a morte de seu filho Alexander em um acidente aéreo em 1974, Aristóteles ficou extremamente abalado e decidiu vender a Olympic para o governo grego. Os negócios com os petroleiros estavam bem, mas a saúde do milionário, não. 


Em 1975, Onassis morreu devido a complicações após uma cirurgia. Sua fortuna ficou com Christina, sua única filha. 


Ela se suicidou em Buenos Aires em 1988 e sua única filha, Athina Onassis Roussel, de apenas 18 anos, herdou a fortuna calculada em US$ 3 bilhões. Athina é casada com cavaleiro brasileiro Álvaro Afonso de Miranda Neto, o Doda.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...