31 de ago de 2009

Nulidades que triunfam perpetuamente

De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça; de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Rui Barbosa

Um comentário:

Cirilo Veloso Moraes disse...

Nisto reside o problema: no fato dos homens de bem, dos honestos, jogarem a toalha e se acostumarem com a bandidagem, com a corrupção. Eu prefiro acreditar que ainda há solução, que ainda há esperança, que tudo depende da atitude de cada um, da educação, da consciência política. E ninguém me tira isso. Quem quiser que desista. Eu jamais desistirei.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...