17 de nov de 2009

É proibido transar sobre a linha férrea

Entre o canto de pássaros, muito verde e ninguém mais por perto, uma placa fincada ao lado dos trilhos da ferrovia de Engenheiro Evangelista de Souza, no extremo sul da cidade de São Paulo, anuncia: "É proibido transar sobre a linha férrea. Logo abaixo, outro aviso. A "pena" é de "reclusão de dois a cinco anos e multa", conforme o artigo 260 do Código Penal. O aviso está errado, segundo a Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente e a concessionária ALL, que têm logotipos na placa. Segundo elas, foi efeito de vandalismo. A secretaria explica: o autor da gracinha descolou as quatro últimas letras (adesivadas) da palavra "transitar" e colou de volta as duas últimas, chegando a "transar". De fato, as letras "a" e "r" estão desalinhadas na comparação com as restantes. As secretaria já pediu alterações à concessionária. O "vândalo", porém, tem sua razão ao avisar que sexo nos trilhos não está liberado. O artigo 233 do Código Penal proíbe "ato obsceno em lugar público" e prevê "detenção de três meses a um ano, ou multa". Já o 260 prevê prisão ou multa a quem "impedir ou perturbar serviço de estrada de ferro".
Daniel Bergamasco

Um comentário:

Anônimo disse...

Por falar em transar.Esta na mídia virtual o resultado da transa entre a reporter da GloboPIg e o farol de alexandria(FHC).Eles tiveram um filho que hoje tem 18 anos.Chama-se Tomas.Que tipo de transação aconteceu para que a midia brasileira ficasse de bico calado por tanto tempo.O RENAN CALHEIROS foi cobrado com dureza por ter um caso com a Monica Veloso.O LULA também foi atormentado por essa mesma imprensa que permaneceu calada por todo esse tempo.QUE PAÍS É ESSE?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...