16 de abr de 2010

Um tesouro no mar de Pernambuco

Navio encontrado no litoral do estado esconde, há mais de três séculos, um inestimável tesouro histórico que remonta à presença holandesa no Brasil Uma equipe de arqueólogos marinhos, membros da Octopus Association for Marine Archaeology, da Hungria, afirma ter descoberto um tesouro submerso próximo à costa brasileira, estimado no valor de um bilhão de dólares, segundo Attila K. Szaloky, chefe da expedição. Ao que tudo indica, parece tratar-se dos destroços de um cargueiro holandês, o Voetboog, que naufragou no litoral de Pernambuco em 1700. A caravela de três mastros do tipo Fluyt, pesando 595 toneladas, zarpou do Porto de Batávia (atual Jakarta, na Indonésia) rumo à Holanda mas afundou no caminho, matando seus 109 tripulantes. É possível que o naufrágio tenha ocorrido devido a uma forte tempestade, que arrastou a embarcação em direção aos recifes. Pertencente a Companhia das Índias Orientais holandesa, o navio levava uma carga preciosa, na forma de seda, especiarias, porcelanas e cerca de 180 mil moedas de ouro holandesas. Ainda que nem todos os naufrágios tenham sido localizados, especialistas estimam existir mais de 10 mil deles só em águas brasileiras, principalmente na Bahia, no Rio de Janeiro (antigas capitais federais), em Recife (porto comercial de grande importância desde os tempos coloniais), em Santa Catarina (rota do Prata) e no eixo Rio-Santos.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...