28 de jan de 2013

Incêndio na boate Kiss é o segundo maior da história no Brasil


Incêndio no Gran-Circo-Norte-Americano - Niterói 1961
O incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, é o maior no Brasil em número de vítimas desde a tragédia no Gran Circus Norte-Americano, em Niterói, em 1961, quando morreram 503 pessoas.

A tragédia se aproxima do incêndio do Edifício Joelma, ocorrido em 1º de fevereiro de 1974. Na ocasião, 187 pessoas morreram no prédio localizado na Avenida Nove de Julho, em São Paulo. A maioria era de funcionários do Banco Crefisul, proprietário do prédio.

Dois anos antes, em 24 de fevereiro de 1974, 16 pessoas morreram e 345 ficaram feridas no incêndio do edifício Andraus, na Avenida São João. O fogo começou na sobreloja e se espalhou pelos 28 andares do prédio e atingiu e cinco edifícios vizinhos. Nenhum dos dois edifícios tinha equipamentos para combater o fogo nem escadas de incêndio.

Ainda na década de 70, outro incêndio de grandes proporções ocorreu nas Lojas Renner de Porto Alegre, em 24 de abril de 1976. Quarenta e uma pessoas morreram e mais de 60 ficaram feridas.
No Rio, uma das maiores tragédias ocorreu no Edifício Andorinha, na esquina das avenidas Graça Aranha e Almirante Barroso, aparentemente protegido por normas de seguranças, em 17 de fevereiro de 1986. O incidente resultou na morte de 21 pessoas e deixou mais de 50 feridos.

Já na véspera do Dia dos Namorados de 1996, 42 pessoas morreram após uma explosão em um shopping de Osasco, na Grande São Paulo, que acabou provocando desabamento no local. Dos mortos, 11 eram crianças de uma escola vizinha, que usavam o local como passagem. O número de feridos chegou a 380.


O Globo

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...