28 de out de 2008

Insonia

O sono e os sonhos são instrumentos naturais de relaxamento, descanso e de reparação das agitações diárias em torno dos problemas e dificuldades da vida. Todos nós temos certo grau de tensão e de luta. Gastamos muita energia diária para darmos conta dos desafios em lidar com a realidade e, por isso, precisamos de repouso, durante o qual nos afastamos das preocupações e da vida consciente, refazemos nossas baterias e acumulamos forças para prosseguir.
O sono combate nossas ansiedades, quando, porém, o nível de nossa ansiedade é muito alto, ou seja, quando nosso estado de alerta é excessivo, nosso corpo resiste ao relaxamento e, portanto, ao sono. Os sintomas apresentados pela leitora são típicos de quem está vivendo um alto grau de ansiedade. Quase não dorme à noite e os sonhos são agitados. É como se fosse uma máquina ligada, difícil de desligar.
A saída para essa situação é tratar da ansiedade. Na medida em que a ansiedade é uma agitação corporal, um excesso de preocupações e medo do que pode acontecer, a única saída para esse estado emocional é o relaxamento também corporal. Isso pode ser alcançado de diversas maneiras: através de remédios receitados por um psiquiatra por meio de exercícios físicos, exercícios respiratórios, trabalhos manuais, práticas de relaxamento. A ansiedade é uma tensão do corpo preparado para lutar.
Quando não sabemos nos relaxar, essa tensão pode-se tornar crônica e chegar ao stress: desprogramar o corpo, através de exercícios, vão nos ajudar a estabelecer o fluxo natural da vida que é a alternância entre a luta e o descanso. O mau humor e o mal-estar de uma noite mal dormida são naturais porque o corpo de repente sente a falta de descanso, além de serem um sinal de que a preocupação tem um limite, que a luta tem um limite e que o pensamento excessivo nos perigos do amanhã também tem um limite.
Antônio Roberto

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...