16 de mar de 2009

No Japão, robô que simula emoções apresenta obsessão por pesquisadora

Um teste no Japão fez lembrar o filme AI - Inteligência Artificial, de Steven Spielberg, em que um menino-robô tenta conquistar o amor de humanos. Kenji, um robô da Robotic Akimu, empresa ligada à Toshiba, tentou evitar que uma pesquisadora fosse embora. O robô, programado para simular emoções humanas, inclusive o amor, ficou na frente da porta de saída da sala, impedindo que a moça passasse. Como se não bastasse, ele começou a abraçar a assistente de pesquisa repetidamente. Ela só conseguiu escapar do ataque obsessivo de Kenji depois que seus colegas de equipe desligaram a máquina. Made in Japan

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...