9 de abr de 2009

Foi poeta – sonhou – e amou na vida.

Descansem o meu leito solitário Na floresta dos homens esquecida. À sombra de uma cruz, e escrevam nela: - Foi poeta – sonhou – e amou na vida. Álvares de Azevedo

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...