29 de ago de 2014

Nada vale mais que o amor

Eu deveria ter passado por cima do meu ego, telefonado para a pessoa amada na hora em que a saudade não cabia mais no meu peito e ter dito... 


Tô sentindo a tua falta. Eu deveria ter brincado mais com o meu cachorro, ter olhado em seus olhos e ter dito... eu te amo! 


Eu deveria ter sido fiel aos meus ideais, pois a pior traição é a que vem de nós mesmos. Eu deveria ter feito uma carta no meu último dia de aula e nela ter externado toda a minha gratidão ao meu professor pelo aprendizado a mim oferecido com ternura e dedicação, e assim ter significado a sua missão de vida, à iluminação das consciências. 


Eu deveria ter pedido desculpas quando estava errado. Sei que um pedido de desculpas não corrige um desapontamento, mas liberta a alma do peso de consciência. Eu deveria ter respeitado o ritmo dos outros na dança da vida e olhado mais para os meus passos errados, pois aquele que não sabe dançar conforme a música, tropeça no orgulho. 


 Eu deveria ter assistido mais desenhos animados e lavado a alma da criança em mim. Eu deveria ter sido mais humilde de coração e dito "eu não sei", quando eu realmente não sabia e assim ter dado a mim mesmo a oportunidade de crescer com a experiência dos outros. 


Eu deveria ter dado uma festa surpresa ao meu melhor amigo, e assim ter reunido todos os amigos para uma comemoração coletiva. Eu deveria ter abraçado mais os meu pais nos momentos mais felizes e não só nas horas de angustias e aflição, afinal quem me deu a luz, não merece solidão. 


Eu deveria ter sido mais solidário e feito um trabalho voluntário e levado ao meu irmão pelo menos uma mão amiga. Eu deveria ter elogiado mais as pessoas criativas antes mesmo que elas se tornassem vencedoras, e assim ter me sentido vencedor tambem. 


Eu deveria ter ficado calado quando o momento era de fofoca e com a luz da inteligência ter apagado as trevas. Eu deveria ter enfrentado a vida pelo sonho de ser campeão do que ter desperdiçado meu tempo ouvindo os fracassados no banco da acomodação, sem ter vivido o que amam, pois é só na vivência do que amamos que nos encontramos em realização. Eu deveria ter dito "não", quando eu queria ter dito "não", mas antes de dizer não, ter olhado nos olhos de quem me ouvia dizer "não", com amor e doçura. 


Nas horas de aflição, eu deveria ter observado mais os vagalumes, e assim ter aprendido que é na escuridão que eles brilham. Algumas pessoas passam pela vida aprisionadas em si mesmas, nascem e voltam para a morada invisível sem entender o sentido da existência. Viver é uma lapidação diária, é a arte de enfrentar a si mesmo,se descobrir e se mostrar. A vida é feita de momentos, às vezes doloridos,alguns até dificéis que nos levam à descrença de que não há uma força divina no comando. 


E há outros momentos tão sublimes que parecem nos levar para um contato bem íntimo com a inteligência que há do outro lado. É pura leveza, é como nos sentíssemos envolvidos numa dança cósmica. Só quem vive um relacionamento afetivo com a pessoa certa e faz o que ama pode entender onde está Deus. Não deixe nada para depois, o momento exato é agora. você só tem este instante para realizar o que você sonha. Mostre quem você é e pague pra vê o que acontece! Pra escapar da pessoa errada, procura ser a pessoa certa pois há uma força oculta promovendo o encontro dos semelhantes. 


Evite ficar se criticando e se culpando pelo o que deu errado, o passado já perdeu as cores. O futuro está longe das mãos e o presente precisa de ação. Bola pra frente, cabeça erguida, viva o agora. Porque só pelo o hoje que podemos fluir. Somos o rio de nós mesmos e a parte de nós que passou ontem não é mais nem rio e nem grama. Simplesmente seguiu na direção do oceano para ser grandes ondas vivas. Mas apesar do seu poder essas ondas são flexíveis, um absorver e um dissolver constante. Tenha mais paciência com as sua próprias falhas,afinal, você já perdou tantos canalhas, por que não perdoar a si mesmo também? Coloque alegria na sua vida! Faça como o pássaro que mesmo preso inocentemente faz da gaiola um palco e segue cantando, mostrando quem é o ator principal de sua história. 


Evite ser mais uma daquelas pessoas que vivem dizendo:"ah,eu não tenho sorte". Sem ter sequer comprado o bilhete do jogo. Faça a sua parte! Pois quando agimos com postura de vencedor o universo conspira a nosso favor. Lembre-se: A vida é um palco! É um show desde a estréia até a despedida! Ou você entra em cena e arrebenta, ou se arrebenta por não entrar! Mova-se! O momento exato é agora! Ou você vence, ou certamente será vencido! 
Texto extraído do livro "Nada vale mais que o amor" de Evaldo Ribeiro

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...