24 de jul de 2009

Sou gay e agora?

Cada pessoa adulta é livre em todas as suas escolhas, desde as mais simples, até as mais definitivas na vida, como a orientação sexual. Cada escolha, porém, tem um preço e devemos estar aptos a pagar pelo exercício de nossas autonomias. Vivemos em uma sociedade preconceituosa em que muitas pessoas irão discordar de nossas opções e irão nos pressionar através da crítica e da maledicência. Querer ser livre e ser compreendido ao mesmo tempo é impossível. É claro que sempre encontraremos também a compreensão de muitas pessoas, como as que respeitam a liberdade do outro. No entanto, nem sempre serão de quem gostaríamos. No caso da opção homossexual, por exemplo, poucos são os pais que aceitam ou que são compreensíveis. Essa opção é uma escolha à margem do estabelecido no geral pela sociedade e nós sabemos o peso da imagem de cada um de nós e da família na sociedade. Alguns sentimentos ocorrem prioritariamente quando os pais se dão conta de que um filho é homossexual: vergonha, culpa, tristeza, raiva etc. E, com esses sentimentos, os pais não tendem a aceitar o filho ou demorarão muito para aceitar. Todo ato nosso tem as suas consequências. O leitor terá de pesar e medir os possíveis danos de revelar sua intimidade. Se ele apenas for verdadeiro, tudo bem. Se, porém, ao revelar estiver procurando eximir-se de culpa, buscando aprovação, deve pensar bastante. Antônio Roberto

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...