26 de dez de 2010

Calendário Pirelli 2011

A versão 2011 do calendário Pirelli retrata a mitologia grega pelas lentes de Karl Lagerfeld, o poderoso designer da Chanel O temido Apolo, deus grego da beleza, perfeição e harmonia, a majestosa Hera, deusa da família e do ciúmes, entre outras divindades da mitologia greco-romana, inspiraram o artista Karl Lagerfeld a criar a 38ª edição do mais desejado e icônico calendário do mundo, da fábrica italiana de pneus Pirelli. Em ensaio em seu estúdio em Paris, o fotógrafo reuniu uma constelação de modelos como as tops Lara Stone, Daria Werbowy e Freja Beha Erichsen e a atriz Julianne Moore para trazer de volta à vida divindades, heróis e mitos da Antiguidade. A grande novidade na edição de 2011, porém, é a presença dos homens no calendário, que, desta vez, também aparecem como protagonistas, em quatro das 36 páginas. Normalmente, os representantes masculinos fazem apenas figurações com as beldades. Encarnam os deuses de formas perfeitas o modelo francês de corpo escultural Baptiste Giabiconi, interpretando Apolo e Narciso, além do também francês Sebastian Jandeau, os americanos Brad Kroenig e Garrett Neff e o inglês Jake Davis. Ao todo, são 21 modelos representando 24 temas mitológicos. O ensaio, intitulado “Mitologia”, foi todo feito em preto e branco, de forma que os corpos parecem verdadeiras esculturas. Segundo Lagerfeld, a opção em abandonar a cor e trabalhar com os contrastes serviu para imprimir personalidade às imagens e também para realçar a beleza das curvas. As joias e acessórios que aparecem nas fotos foram criados exclusivamente para a sessão pelo próprioartista, que já deixou sua marca como estilista para grifes como Chloé e Fendi. Hoje, ele é o designer da Chanel. São pulseiras, armas, escudos e folhas de ouro. “Eu não queria que parecessem fantasias de Carnaval ou disfarces de teatro, então resolvi desenhar”, explica o artista. Foi nos anos 1990 que Lagerfeld começou a se interessar por fotografia, passando a registrar pessoalmente as campanhas publicitárias das marcas para as quais atua. Para o trabalho da Pirelli, ele conta que escolheu amigos. “Fiz uma lista de corpos que podia mostrar, que estariam à vontade comigo”, declarou. Entre os eleitos, está a top curitibana Isabeli Fontana, que aparece com os seios à mostra ao lado do deus Baco, amante do vinho e dos excessos sexuais. Em 2009, a modelo já havia estampado o famoso calendário, em ensaio em Botsuana, na África. Lagerfeld explica que o objetivo do trabalho foi representar o culto ao corpo e o desejo sem castigo. Conceitos que, segundo ele, simbolizam a beleza hoje e coincidem com aquela representada na Antiguidade. Apaixonado por aquela época e pelo tema, o artista diz que a mitologia é uma espécie de religião em sua vida. “Acredito em um deus para cada ocasião, sem inferno e sem pecado”, diz o estilista. Sua admiração pelo mundo clássico também se deve à forma como as mulheres eram retratadas. “Elas eram liberadas, tinham direito a tudo, eram feministas”, completa. Símbolo da beleza de cada época , o calendário só começa a circular no Brasil em janeiro. A obra não é vendida, mas distribuída pela empresa para alguns poucos felizardos ao redor do mundo. Patrícia Diguê

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...